Universos paralelos existem realmente ou só em filmes de ficção científica?

0
329

Um dos assuntos mais intrigantes que vem ganhando força nos últimos anos, é a respeito da existência de universos paralelos. As histórias envolvendo o tema poderiam ser logo consideradas como obras de ficção muito interessantes para serem usadas no cinema ,mas há um porém que faz com que elas ganhem credibilidade: os maiores cientistas do mundo afirmam que é possível existir, não um, mas infinitos universos paralelos, onde as coisas e pessoas sejam quase iguais ao nosso ou totalmente modificadas. Isso significa dizer que se essa tese for verdadeira, há muitas cópias de você ,leitor, levando uma vida praticamente igual a sua ou muito diferente.

A explicação dos cientistas é bem complexa para nós que nada entendemos sobre Bing Bang, física quântica, etc., mas trocando em miúdos, a tese afirma que há bilhões de anos, houve uma expansão no universo e nesse momento infinitos universos foram criados em dimensões paralelas.

Mas se existem infinitos universos paralelos, por que não conseguimos visita-los? Bem, é aí que a história fica interessante, pois há fatos relatados em diversas partes do mundo de pessoas que simplesmente surgiram em nosso universo ou que foram transportados para outros.

O homem de Toured
Uma das histórias mais impactantes, teria ocorrido no Japão, em 1954. Um homem ocidental apareceu no aeroporto de Tóquio, vindo da Europa e apresentando um passaporte de um país que simplesmente não existia, apesar de ser autêntico e ter carimbos de que ele já havia entrado no Japão várias vezes. O homem foi interrogado por horas e insistia em dizer que vinha de um país chamado Toured que ficava na Europa. Além disso apresentou moedas de outros países que eram iguais ou muito parecidas com as que existiam na época, além de um talão de cheques de um banco que simplesmente não existia. Quando pediram que ele mostrasse em um mapa onde ficava seu país, sem hesitar, ele apontou para onde está localizado o Principado de Andorra, mas disse nunca ter ouvido falar em Andorra, que ali era Toured, um país que já tinha quase mil anos.

Sem saber o que fazer, autoridades japonesas o levaram para um hotel e o trancaram com guardas na porta. No dia seguinte, para espanto de todos, ele havia desaparecido. A hipótese de ter pulado pela janela foi descartada, pois seria morte certa devido à altura e os guardas não saíram da porta durante toda a noite.

Histórias parecidas já foram relatadas diversas vezes, também há quem jure que foi parar em outro universo, onde as coisas eram bem parecidas, mas com modificações. Um homem que foi para um mundo, onde os Beatles nunca tinham parado de tocar. Outro que ainda, tinha se casado com a namorada da infância. Outro em que a cidade natal da pessoa tinha sido completamente arrasada após um bombardeio.

Certo mesmo é que se a tese dos universos paralelos for verdadeira, existem milhões de cópias nossas em milhões de universos, assim como em outros milhões, nós nunca existimos, porque nossos pais, por algum motivo não se encontraram ou porque já morremos ou ainda nem nascemos.

Revista Facebrasil – Edição 76 – 2017