Sodiê Doces inaugura primeira unidade em solo americano 

0
102

Consumidores que já haviam se mudado ou planejavam se mudar para cá sempre pediam a abertura de uma unidade. O investimento inicial foi de $550.000 e para trazer toda a logística necessária para que a qualidade e identidade da marca tão querida não se perdesse, foram mais de 12 meses de negociações e muito trabalho. Um container inteiro de creme de leite foi trazido do Brasil. Foram vários estudos sobre matérias-primas existentes no país e qual seria o processo de exportação e paciência para ligar com a burocracia necessária.

Na inauguração, a CEO e fundadora da Sodiê, Cleusa Silva, falou que inaugurar uma loja nos Estados Unidos é um sonho antigo: “Eu nem acredito que cheguei aqui, que consegui. Tantos anos pensando nessa expansão e deu tudo certo. Quando lembro dos anos difíceis que vivi com minha família, parece mentira…Minha próxima meta é Nova York.”, se emociona a empresária que disse ainda que um dos grandes obstáculos foi o medo que tem de avião: ”Eu vou vir morar aqui logo, e não entro mais nesses aviões não!”.

A história de Cleusa é uma daquelas que parecem coisa de filme. Seu império foi construído com muito suor e atenção às oportunidades.  Vinda de uma família muito humilde, trabalhou como boia-fria e empregada doméstica até que um empurrão do destino mudaria sua história. Cleusa trabalhava numa empresa e a mulher do patrão, que fazia bolos pra fora, ficou doente e pediu que ela assumisse seu lugar. No fim, a patroa parou o negócio e Cleusa continuou. Descobriu ali a paixão da sua vida. Levava a pé os bolos. E assim foi aprimorando, com as técnicas que foi estudando e com um negócio que foi crescendo e conquistando cada vez mais paladares e corações. A clientela costuma ser daquele tipo bem fiel e irredutível quando se trata das sobremesas e tortas da Sodiê.  Basta perguntar se existe algum bolo de leite ninho com morango mais famoso, e se ouvirá um sonoro “não!”. 

E exatamente por isso, a grand opening foi um sucesso. A loja de Orlando será tocada por Paula Veiga e Dan Guimarães, sócios de Cleusa na unidade e proprietários de outras 3 franquias da Sodiê em Belo Horizonte. “Nós já temos outras lojas, o que facilita um pouco, mas ainda assim sabemos que serão várias adaptações. Nossa expectativa é a melhor possível. É fazer a alegria daqueles que pediam com tanto afinco uma loja aqui. Estamos muito felizes principalmente de saber que estamos deixando felizes os brasileiros que moram aqui e assim matam a saudade.”, conta Dan.

O gostinho é de casa sim e o recheio do mais puro e merecido sucesso!

Texto e fotos: Luciana Guimarães