Saiba como cuidar do seu melhor amigo, quando ele estiver velhinho

0
213

A maioria dos proprietários de cães, independentes da raça, costuma trata-los a vida toda da mesma maneira. Só mesmo quando já estão com algum problema de saúde é que algumas medidas são tomadas. Porém, o correto é saber quando o seu cão passou de adulto para idoso e passar a ter alguns cuidados especiais que o levarão a viver mais e melhor.

Definir quando um cachorro se torna idoso depende do seu porte. No caso dos pequenos, com até 10 quilos, eles envelhecem mais devagar, após completarem oito anos. Já os médios, que pesam entre 11 e 25 quilos, chegam à terceira idade, aos sete anos. Os de grande porte que pesam entre 26 e 40 quilos, são considerados velhos a partir dos seis anos. Finalmente, os chamados gigantes, que tem acima de 40 quilos, se tornam idosos aos cinco anos de idade.

Energia
Durante a juventude e fase adulta, os cães têm uma enorme disposição para correr, brincar, caminhar, etc., mas assim como o humano, ao chegar à terceira idade, passam a perder um pouco da disposição. Nessa fase, é que o dono precisa estar atento para não forçar o animal a fazer as mesmas coisas que antes. Diminua o tempo das caminhadas e brincadeiras que serviam como exercícios, mas não deixe de fazê-las, pois elas ajudarão a evitar atrofias, problemas cardíacos, nos ossos e na musculatura.

Alimentação
Nos últimos anos, houve muitas pesquisas sobre a alimentação indicada a cães idosos. Antes se supunha que era necessário reduzir a quantidade de proteína, pois poderia ser prejudicial ao fígado e aos rins, mas estudos realizados nos Estado Unidos revelaram que o corpo de um cão idoso necessita de mais proteínas para manter sua massa muscular em forma. A única restrição é se eles tiverem problemas renais.

É importante também que a alimentação seja rica em vitaminas e que seja de fácil mastigação, pois nessa fase da vida, eles já perderam alguns dentes ou estão com eles bem desgastados.

Para ter certeza de estar dando o que ele precisa, converse com o veterinário que poderá montar uma dieta especial para seu amigo peludo.

Conforto
Nessa fase da vida, os cães passam mais tempo deitados, por isso é importante que eles possam descansar em locais confortáveis com mantas ou pequenos colchões. Essa medida evitará dores ou o surgimento de feridas ou calosidades.
Com essas medidas, é possível prolongar muito a vida de seu cachorro e com qualidade.

Revista Facebrasil – Edição 76 – 2017