Revista Facebrasil 99

0
138

Como organizar a vida estudantil dos filhos em casa durante quarentena?

“Segundo especialistas em educação, um bom plano de estudos exige flexibilidade, organização e paciência.”

Rotina

A dica é seguir uma rotina similar à que teria se fosse para a escola: acordar cedo, vestir-se adequadamente, tomar o café da manhã no horário normal e focar nas atividades seguindo os conteúdos programáticos que seriam trabalhados em sala de aula. Não precisa ser o mesmo tempo que seria dedicado na escola, que é longo para uma sessão domiciliar. Algo entre 1h e 2h é suficiente, de acordo com os educadores. É bom dar preferência ao período que a criança já estudava na escola. 

Tecnologia a seu favor

Recursos digitais oferecidos pela instituição de ensino são excelentes para esse momento, principalmente se eles possibilitarem que o professor acompanhe o desempenho dos alunos. É válido utilizar a internet para tirar dúvidas e aumentar o conhecimento. Estudar por meio de músicas, podcasts e filmes também é uma ótima saída. Criar um grupo no WhatsApp dos colegas de classe é mais uma opção, onde é possível trocar informações relevantes e tirar dúvidas uns com os outros. 

Equilíbrio 

É importante oferecer ao estudante um ambiente tranquilo para que ele não se distraia com o que acontece em seu entorno e realmente possa ficar focado. Pequenas pausas devem ocorrer com uma frequência semelhante à que teria na escola ou cursinho. E não se esquecer da alimentação e hidratação adequadas. Os pais devem demonstrar interesse naquilo que os filhos estão aprendendo e  ajudá-los quando possível. É provável que a família não consiga fazer a criança avançar nas aprendizagens além daquelas que já vinham se consolidando na escola. Isso não precisa ser um grande problema, pois, há um forte ganho na revisão de conteúdos.