Recomeço: o verdadeiro significado da Páscoa

0
191

A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais.

A origem dessa comemoração vem de muitos séculos.

O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae.

Na Grécia Antiga, esse termo é encontrado como Paska. Porém, sua origem mais remota é entre os hebreus – Pesach, cujo significado é passagem.

Historiadores concluíram que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março.

Entre os judeus, essa data assume um significado muito importante, pois marca a libertação desse povo do Egito (onde foram aprisionados pelos faraós durante vários anos), por volta de 1250 antes de Cristo. Entre cristãos, a Páscoa celebra a ressurreição de Jesus Cristo.

A figura do coelho está simbolicamente relacionada a essa data comemorativa pois esse animal representa a fertilidade. O coelho reproduz-se rapidamente e em grandes quantidades.

Entre os povos da Antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época em que o índice de mortalidade era altíssimo.

No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, joias) também estão nesse contexto da fertilidade e da vida.

Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, a data relaciona-se com a esperança de uma vida nova.

Concluímos, então, que a Páscoa realmente representa uma passagem, uma nova vida, a esperança de uma vida melhor, mais próspera, mais alegre, mais fértil!

E se tem a ver com esperança de uma vida nova e melhor, tem a ver com dianética – um método de melhoramento pessoal que revela os mistérios da mente e do comportamento humano. Foi desenvolvida pelo escritor e filósofo americano L. Ron Hubbard e iniciou-se com a publicação do best-seller “Dianética: o poder da mente sobre o corpo”, em 1950.

O que as pessoas mais querem melhorar na vida são emoções negativas e comportamentos ilógicos. Algumas são tímidas, outras são intolerantes, estressadas, ansiosas ou inseguras. Elas não sabem por que se comportam dessas formas e gostariam de mudar sua maneira de ser e agir.

A dianética explica que a mente reativa é a causa de pensamentos, emoções e atitudes ilógicas que não correspondem às circunstâncias atuais. Além disso, o método provê uma terapia consciente de curta duração, para eliminar a mente reativa e recuperar a personalidade básica de qualquer indivíduo.

No início do texto, expliquei que a palavra “Páscoa” é de origem hebraica e significa passagem. Celebra a liberdade, o renascimento, o recomeço da vida! Faça sua Páscoa realmente ter sentido para você iniciando um profundo melhoramento pessoal durante o mês de abril!

Lucia Winther dirige a Editora Ponte do Brasil, acredita que educação de qualidade é a única forma de mobilidade social duradoura e trabalha para esse objetivo.

Revista Facebrasil – Edição 50 – 2015
A revista mais lida pelos brasileiros na Flórida