Polícia prende suspeito de fabricar armas de destruição em massa

0
171

Por Fernando Andrade

Policiais prenderam nesse domingo, dia 12 de novembro, um homem que estaria construindo uma arma de destruição em massa na casa dos país, na Condado de Volusia, na Flórida.

Segundo o xerife Michael Chitwood, Christopher Langer, de 31 anos, armazenava produtos químicos e explosivos, além de possuir diversas publicações sobre táticas militares e de guerrilhas, além de instruções para a construção de armas.

O xerife informou, ainda, que os produtos encontrados seriam suficientes para explodir todo o quarteirão onde o suspeito vivia com os pais e seriam semelhantes aos utlizados durante a explosão de um carro-bomba no World Trade Center, em 1993.

Os policiais chegaram a Christopher Langer após ele discutir com os pais e afirmar que tinha uma granada. A mãe de langer ligou para as autoridades e relatou o caso.

No quarto do suspeito, a polícia encontrou explosivos e cerca de 200 recipientes com ácidos, incluindo ácido sulfúrico, e substâncias em pó, que ainda não foram identificadas.

Quando a polícia chegou ao local, langer atirou  a granada para fora de casa, mas depois indicou o local às autoridades, que encontraram o artefato com um clipe de papel no lugar do dispositivo de segurança, que impede a explosão. No jardim da casa, os policiais também encontraram uma armadilha explosiva, montada dentro de uma lancheira do Bob Esponja.

Christopher Langer afirmou ser contra o governo e que pretendia “acertar as contas” atingindo socorristas e policiais.

Ele é velho conhecido dos socorristas locais, que atenderam um chamado, cerca de duas semanas antes, quando Langer estaria sofrendo uma overdose de heroína.

Christopher Langer está detido e teve fiança estipulada em 5 mil dólares.