Pensando MELHOR

0
94

Quando você faz algo uma vez, tudo é uma surpresa; na segunda ou terceira, pode ser coincidência; mas já fizemos a Facebrasil por 80 vezes, sempre com a mesma qualidade, ética e coerência.
Quando criamos a Facebrasil, eu, a Lilian e o Sergio entendemos que somente a coerência, o conteúdo e a forma não seriam suficientes para criar a opção pela leitura de nossa revista. Estudamos muitos formatos e conteúdos e acredito que fizemos a escolha certa. Durante esse período, como todo imigrante, nossa equipe foi composta por uma variedade de componentes, sempre extremamente competentes e comprometidos com o resultado final – o que chega às mãos de nossos leitores e patrocinadores.
Entendemos que nossos anunciantes, além de buscar o retorno do investimento, têm o interesse de manter a cultura da língua portuguesa.
Na nossa edição 80, falamos de esporte com a corrida de Sebring, MMA e do esporte de alta performance, falamos de saúde, bem-estar, decoração, e em nossa matéria de capa, falamos dos anos 80 – os anos que mudaram tudo no planeta, o celular, internet, iPod, músicas, os carros; a década onde a nova era começou.
Quando comecei a escrever este editorial, estava me perguntando se eu faria as mesmas escolhas que fiz no passado. Será que, pensando melhor, eu teria me transformado em imigrante, teria assumido alguns compromissos, teria dito algumas palavras, será que teria iniciado a Facebrasil?
Bem… eu não sei, mas, olhando para isso tudo que fiz e que venho realizando, acho que fiz o melhor que poderia ter feito.
Todas as mudanças foram necessárias. Não fiz para provar que faria, mas sim porque, depois de muito pensar, essas foram as melhores opções.
Na vida, no golfe e no xadrez, o melhor movimento é o que realizamos.
Espero que, pensando bem, você chegue à mesma conclusão.
Boa leitura!

A festa continua!