35.2 C
Orlando
quarta-feira, maio 29, 2024

Paulo Paternes e seu Canal Perguntas – na revista Facebrasil 122

“Quando a gente assume a responsabilidade de nossa vida, tudo pode mudar!”

                                                                                                              Paulo Paternes

Foi exatamente isso que Paulo Paternes fez quando decidiu sair do Brasil rumo a América. Talvez por isso, ele tem como missão mostrar para as pessoas que elas podem fazer muito mais com a vida do que elas vêm fazendo. E, é por isso que ele enfatiza: “Hoje, se você quiser mudar tudo na sua vida, você pode.

O fundador e apresentador do podcast Canal Perguntas, compartilha com seus milhares de seguidores no Youtube quase 4 mil vídeos com os mais variados assuntos, mas, sempre motivando seus seguidores.

Paulo Paternes conta que seus vídeos frequentemente começam com as seguintes perguntas: – De onde você era no Brasil? O que você fazia? Por que você decidiu vir para os Estados Unidos?

Agora, chegou a nossa vez de perguntar.

Paulo Paternes deixou a Zona Norte de São Paulo em 1998, depois de servir por três anos no Exército do Brasil. Foi morar em Danbury, no estado americano de Connecticut, com a família de um rapaz que conheceu através de uma sala de bate-papo na internet. 

Assim que chegou na América, o menino rebelde de 21 anos, como ele gosta de frisar, trabalhou na limpeza de um banco. Com o tempo, foi conhecendo mais pessoas e mudou de casa e de trabalho. Foi morar com outro amigo e trabalhar na construção civil. 

Até que surgiu a oportunidade de alugar um quarto em uma casa que dividia com outros jovens. “Foi quando desandei. Não tinha quem me controlasse, comecei a ir para festas, gastar muito dinheiro e deixei de pagar o aluguel. Acabei indo morar na rua, por quase 30 dias e no inverno. Meus amigos não sabiam que eu estava na rua, eu tinha vergonha”, relembra Paternes. Na época, ele trabalhava em uma grande loja de presentes.

Mas, um outro amigo surgiu em sua vida e contou que o tio estava precisando de uma pessoa para ajudá-lo na carpintaria. Paulo Paternes decidiu mudar de emprego e de cidade. Foi morar em Nova York. “Trabalhei lá por um ano e meio, me tornei um homem responsável, mas me desiludi com os Estados Unidos e queria voltar para o Brasil. Foi então que me orientaram mudar para a Flórida.”, ele conta.

A caminho de Orlando

Era outubro de 2001 um mês depois do 11 de setembro, quando os Estados Unidos sofreram o maior ataque a seu território. Enquanto dirigia seu carro cor-de-rosa pela estrada I-95, Paulo Paternes foi parado pela polícia e ao ser questionado respondeu: Yes. Ele disse sim, porque pensava que o policial queria saber se estavam no veículo as ferramentas obrigatórias, como macaco automotivo, chave de roda, triângulo, etc. O policial continuou com as perguntas e desta vez queria saber o por que, e ele respondeu que era pela própria segurança. A partir daí, começou a confusão. Chegaram mais 6 viaturas, cães farejadores, e os policiais começaram a vistoriar o carro. Paternes ainda não dominava o inglês e não entendeu que, na verdade, o policial queria saber se tinha explosivos no carro. 

Em Orlando, Paulo Paternes trabalhou em vários lugares, entre eles os parques da Universal e da Disney. Conheceu a esposa Heather com quem tem quatro filhos: Ayanna, Giovanna, Giulianna e Paulinho. Se tornou cristão e passou a integrar a religião Mórmom, a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Foi morar em Davenport e trabalhar no Reunion Resort em uma empresa terceirizada responsável pelos serviços de jardinagem e paisagismo, e também de limpeza de piscina. Em pouco tempo, de limpador de piscina se tornou assistente de gerente, gerente e diretor da conceituada empresa. 

“Durante esses 11 anos, fiz diversos cursos para melhorar comunicação, para aprender a gerenciar melhor  tudo focado no trabalho”, enfatiza, Paternes

Paralelamente, lançou um canal no YouTube chamado Disney’s Pranks. Ele conta que  era um canal de pegadinhas que fazia dentro dos parques da Disney.  “O meu canal tinha mais de 1 milhão de inscritos, mas por conta de direitos autorais das músicas que usava, o Disney Pranks deixou de monetizar. Esta situação me desestimulou e eu deletei o canal.” 

Canal Perguntas 

Paulo Paternes criou o Canal Perguntas em 2014. A ideia inicial foi um canal no YouTube onde as pessoas enviavam perguntas, ele lia e dava as respostas que considerava mais adequadas e pedia para os seguidores escreverem as opiniões deles, na caixa de comentários. “Assim, a pessoa que mandou a pergunta, sabia qual era a minha opinião, também poderia ler outras respostas para tirar sua própria conclusão”, explica Paulo Paternes.

Ele queria se comunicar com a comunidade brasileira. Gravava os vídeos e colocava os links nos poucos grupos específicos para brasileiros que existiam nas redes sociais. Logo, ganhou 5 mil inscritos, mas percebeu que a maioria dos seguidores morava no Brasil e era carentes de informações sobre os Estados Unidos, principalmente no quesito, imigração.

Foi então que Paulo Paternes decidiu mudar o foco e passou a procurar por fontes confiáveis que pudessem falar com veracidade sobre as questões levantadas pelos brasileiros. Ele encontrou um advogado de imigração, uma contadora e outros profissionais que passaram a participar dos vídeos que fazia para sanar as dúvidas dos brasileiros.

“Eu não ganhava nada, só queria ajudar as pessoas.” 

O tempo foi passando e o Canal Perguntas só crescia. Paternes conta que as pessoas que assistiam seus vídeos e se mudaram para os EUA, encontravam com ele na rua e queriam abraçá-lo e agradecer por ele ter mudado a vida delas. Com tantos elogios, ele diz que começou a se moldar para ser uma pessoa cada vez melhor e não desapontar essas pessoas que o viam de uma maneira tão especial.

“Em 2017, recebi uma ligação de uma pessoa querendo anunciar no Canal Perguntas. Era de um empresário que queria que eu anunciasse a fábrica de pão de queijo e pão francês que estava trazendo para os EUA. Como eu tinha um compromisso com meu público, fui até o Brasil para experimentar o produto e me certificar que realmente era bom para poder anunciar”, explica.

Nesta viagem, Paulo Paternes deu início a uma série de encontros com os seus seguidores no Brasil. O primeiro deles aconteceu na capital federal e foi um verdadeiro sucesso.    

Ao voltar para casa nos Estados Unidos, ele decidiu sair do emprego e se dedicar integralmente ao Canal Perguntas. Na época eram cerca de 50 mil seguidores, só no YouTube. De lá para cá, os números cresceram bastante, e Paternes garante que todos são seguidores orgânicos. Ou seja, são pessoas reais que pessoas que se interessaram e foram atraídas pelo perfil de forma natural.Até final de setembro de 2023 os números eram os seguintes: 

  • YouTube  379 mil inscritos e 3.7 mil vídeos 
  • Instagram  40.4 mil seguidores e 3.353 postagens
  • Facebook  36 mil seguidores e 34 mil likes

O canal @paulopaternes no Instagram: 73.5 mil seguidores e 7.100 postagens

Tenho uma fila de três meses, de pessoas que querem gravar comigo. Contar as suas histórias. Elas dizem que é uma forma de retribuir o que fiz por elas. Aí, me tornei o pioneiro de histórias de brasileiros reais. Antes do podcast existir, eu já fazia podcast”, Paternes conta com orgulho.

Atualmente, o Canal Perguntas tem um estúdio próprio, onde são gravadas as histórias reais de brasileiros na América. Paternes também  faz questão de ouvir os empresários que deram certo para que as suas histórias sirvam de exemplo para os conterrâneos. 

O conteúdo exibido nos vídeos e em todas as plataformas geridas por Paulo Paternes tem um público fiel e que atende às necessidades dos patrocinadores. A veia empreendedora e a bagagem profissional daquele “menino rebelde da Zona Norte de São Paulo”  têm mantido o sucesso em tudo que realiza. 

@canalperguntas

Além do YouTube, o Canal Perguntas está presente no Facebook, Instagram, Web Rádio, Spotify e Portal de Notícias.

Paulo Paternes também é sócio-fundador da Paternes Investments, empresa de investimentos imobiliários nos EUA; proprietário da Amigos nos EUA, empresa de consultoria e assessoria nos EUA; e oferece apoio e incentivo motivacional no canal Paternes University.

Related Articles

Stay Connected

0FansLike
0FollowersFollow
0SubscribersSubscribe
- Advertisement -spot_img

Latest Articles

Translate »