O presidente da Venezuela Nicolás Maduro foi reeleito por mais 6 anos. As eleições deste domingo (20), foi marcada por denúncias de fraude, tentativa de boicote da oposição, horário ampliado, abstenção e falta de reconhecimento por grande parte da comunidade internacional.

Nicolás Maduro venceu com pouco mais de 5,8 milhões de votos, de acordo com o Conselho Nacional Eleitoral. Uma das mais baixas participações dos eleitores na história da Venezuela.

Os candidatos da oposição, Henri Falcón e Javier Bertucci contestaram a votação. Eles denunciaram irregularidades e pediram novas eleições.

A comunidade internacional se manifestou sobre a reeleição de Nicolás Maduro. Brasil, Estados Unidos, Argentina, Canadá, Espanha, Colômbia, Costa Rica, Chile, Guatemala, Honduras, México, Panamá, Paraguai e Peru disseram que não reconhecem a legitimidade das eleições. Mas Rússia e Bolívia apoiam a reeleição.

Redação: Facebrasil