Morre, aos 60 anos, Diego Maradona

0
80
Diego Maradona em foto de março deste ano — Foto: Natacha Pisarenko/AP

O ídolo do futebol sofreu uma parada cardíaca. O ex-jogador, que atualmente atuava como diretor técnico do clube local Gimnasia y Esgrima, estava em sua casa ao norte da capital argentina quando sofreu o ataque.

Campeão mundial na Copa de 1986, quando ficou eternizado pelos dois gols que marcou contra a seleção da Inglaterra nas quartas de final, Maradona era reverenciado e tratado como Deus na Argentina.

O governo argentino declarou luto oficial de três dias após a morte de Maradona. “Você sempre estará em nossos corações”, disse a Federação Argentina de Futebol (AFA) em sua conta no Twitter.

Foto de 19 de fevereiro de 2006 mostra Maradona fumando um charuto antes de uma partida de futebol na Bombonera, o estádio do Boca Juniors — Foto: Marcos Brindicci/Reuters/Arquivo

Maradona sofreu graves problemas durante anos devido a vários vícios. Ele passou por uma delicada cirurgia no cérebro no começo do mês e recebeu alta oito dias depois, após drenar uma pequena hemorragia no cérebro. O médico Leopoldo Luque afirmou na ocasião que a cirurgia era considerada simples, mas havia preocupação pela condição de saúde do ex-jogador.

Diego Armando Maradona nasceu em 30 de outubro de 1960 em Lanús, na província de Buenos Aires. Ele começou a sua carreira no Argentinos Juniors, clube em que foi revelado com apenas 15 anos.

Um dos maiores jogadores da história do futebol mundial, ao lado de Pelé, Maradona deixa cinco filhos. (Com informações e fotos Reuters e G1)

Diego Maradona ergue a Copa do Mundo após vitória da Argentina sobre a Alemanha Ocidental em 1986, na Cidade do México — Foto: Carlo Fumagalli/AP/Arquivo