Meninos resgatados em caverna na Tailândia estão em recuperação no hospital

0
109

Os médicos que cuidam dos doze meninos e do técnico que foram resgatados da caverna Tham Luang, no norte da Tailândia,  disseram nesta quarta-feira (11) que eles não apresentam problemas graves de saúde e também não demonstram sinais de estresse.

Ainda segundo os médicos, todos foram bem cuidados durante o tempo que ficaram na caverna. Os meninos perderam peso por causa do jejum alimentar de nove dias. A maioria perdeu uma média de 2 quilos.

Imagens divulgadas pelo governo mostram os meninos em recuperação no hospital Chiang Rai. Eles estão passando por exames e receberam vacinas contra a raiva e tétano. Os garotos e o técnico vão ficar internados por um período que pode variar de 7 a 10 dias. E de acordo com os médicos, vão ter ficar em casa por mais 30 dias sob cuidados.

O caso

No sábado, dia 23 de junho, doze meninos, com idades entre 11 e 16 anos, e o treinador de 25 anos entraram na caverna Tham Luang depois de um treino de futebol para se proteger do mau tempo. Eles ficaram presos dentro da caverna por causa das fortes chuvas que isolaram a entrada principal.

Por nove dias o grupo ficou isolado e sem comida. Os garotos e o técnico foram encontrados no dia 02 de julho por mergulhadores britânicos. Eles estavam a 4 quilômetros da entrada da caverna e entre 800 metros e 1 quilômetro de profundidade. 

No dia 08 de julho, as autoridades isolaram a área e foi iniciada a operação de resgate que durou 3 dias. Os meninos foram acompanhados por pelo menos 2 mergulhadores cada um durante o percurso até a saída da caverna. No primeiro dia foram resgatados 4 garotos. No segundo dia mais quatro e no terceiro dia, outros quatro garotos e o técnico.