Juiz Sérgio Moro aceita o cargo de Ministro da Justiça e não vai julgar mais o ex-presidente Lula

0
94

Nesta quinta-feira (01), o juiz Sérgio Moro aceitou o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro para ser Ministro da Justiça.  

Em nota, Sérgio Moro afirmou estar “honrado” pelo convite. Ele disse que aceitou o cargo com “certo pesar”,  pois terá que abandonar a carreira de juiz depois de 22 anos de magistratura.

Com o afastamento do judiciário Sérgio Moro não vai julgar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, réu em dois processos da Lava Jato.  Lula seria interrogado por Moro na ação que apura a compra do sítio de Atibaia, no dia 14 de novembro.

Trecho da nota divulgada por Sérgio Moro

“Fui convidado pelo Sr. Presidente eleito para ser nomeado Ministro da Justiça e da Segurança Pública na próxima gestão. Após reunião pessoal na qual foram discutidas políticas para a pasta, aceitei o honrado convite. Fiz com certo pesar pois terei que abandonar 22 anos de magistratura. No entanto, a perspectiva de implementar uma forte agenda anticorrupção e anti crime organizado, com respeito a Constituição, a lei e aos direitos, levaram-me a tomar esta decisão”.