João de Deus passa a primeira noite na cadeia depois das denúncias de abuso sexual

0
100

O médium João de Deus, que se entregou para a polícia na tarde deste domingo (16), passou a primeira noite no Núcleo de Custódia, no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, numa cela de 16 m².

O líder espiritual é acusado de abusos sexuais durante tratamentos espirituais em Abadiânia e teve a prisão decretada a pedido da Polícia Civil e do Ministério Público Estadual de Goiás (MP-GO).

Mais de 300 denúncias foram feitas contra João de Deus e 15 mulheres já foram ouvidas pela Polícia Civil. O médium prestou um depoimento de três horas ontem à noite. Segundo o delegado que cuida do caso, André Fernandes, delegado-geral, André Fernandes, ele apresentou versões e explicações para as denúncias.

O advogado de defesa do médium, Alberto Toron, disse que deve entrar com um pedido de habeas corpus nesta segunda-feira (17), e se necessário, que seja concedida a prisão domiciliar.