Escolas da Flórida serão obrigadas a dar aulas sobre saúde mental

0
95

Os estudantes das escolas da Flórida, em breve, serão obrigados a receber aulas específicas de saúde mental com foco na prevenção, conscientização e redução do estigma. Os membros do Conselho Estadual de Educação votaram nesta quarta-feira (17),  em favor da proposta, que exigirá pelo menos cinco horas de educação em saúde mental por ano para alunos do 6º ao 12º ano. 

Oficiais da escola terão de apresentar planos de aula até 1º de dezembro de cada ano e, em 1º de julho, precisarão fornecer documentação que verifique a implementação e a conclusão desse plano. Os novos requisitos entrarão em vigor a partir do ano letivo de 2019-2020.

Segundo o Departamento de Educação, os planos de aula sobre saúde mental devem incluir

  • Reconhecimento de sinais e sintomas de transtornos mentais;
  • Prevenção de transtornos mentais;
  • Consciência e assistência em saúde mental;
  • Como reduzir o estigma em torno dos transtornos mentais;
  • Conscientização dos recursos, incluindo recursos locais da escola e da comunidade;
  • O processo de acesso ao tratamento;
  • Estratégias para desenvolver técnicas de enfrentamento saudáveis;
  • Estratégias para apoiar um colega, amigo ou membro da família com um distúrbio de saúde mental;
  • Prevenção do suicídio; 
  • Prevenção do abuso e dependência de álcool, nicotina e drogas.

De acordo com a Pesquisa de Comportamentos de Risco da Juventude da Flórida, de 2017, 28% dos estudantes do ensino médio da Flórida relataram que se sentiram tristes ou sem esperança por mais de duas semanas e 14% se prejudicaram intencionalmente. (Com informações Click Orlando)