Empresários ligados ao advogado de Trump são presos na Flórida

0
92

Dois empresários associados a Rudolph Giuliani, advogado pessoal do presidente Donald Trump, foram presos na noite desta quarta-feira (09), na Flórida, acusados de colaborar com esquemas ilegais de financiamento estrangeiro de campanha durante as eleições de 2016 nos Estados Unidos. 

De acordo com o jornal Wall Street Journal, eles também teriam auxiliado o advogado pessoal de Trump, em seus esforços para que o governo ucraniano investigasse o ex-vice-presidente dos EUA, Joe Biden (2009-2017). Os dois são considerados testemunhas importantes para o processo de impeachment aberto pela Câmara do Deputados contra Trump.

Lev Parnas e Igor Fruman estavam sob investigação do escritório do Departamento de Justiça em Nova York  e deverão comparecer à Corte federal ainda nesta quinta-feira (10). (Com informações WSJ, CNN, Reuters)