Emagrecer com musculação?

0
929

Tenho acompanhado algumas das dificuldades que têm rodeado os amantes e praticantes de atividades físicas, e que têm se transformado em questionamentos dentro da comunidade do wellness de forma massiva, e poderiam ser resumidos em uma pergunta: faço tantas atividades físicas, mas não emagreço… o que estou fazendo de errado?
Gostaria de trazer como exemplo o estudo de Bea et al. (2010) no qual mulheres no período pós-menopausa foram acompanhadas por seis anos. Essas mulheres foram divididas em três grupos. Um grupo praticou musculação o tempo todo, um não fez nada, e o terceiro ficou um ano parado, mas depois começou a trabalhar com pesos. Todo o programa de treinamento era supervisionado e com várias estratégias de motivação para que esses grupos ficassem firmes sem perder o foco. O treino envolvia oito exercícios feitos em duas séries, três vezes por semana. De acordo com os resultados, apenas o grupo que não fez nada ganhou peso e gordura ao longo desses seis anos, o que constata a importância de treinar. Note agora a parte interessante: os autores dividiram as participantes em três grupos conforme o aumento da força: quem ganhou mais; intermediário; e quem ganhou menos. Apenas as que tiveram maiores aumentos de força controlaram o peso e a gordura corporal – na verdade, a tendência delas foi emagrecer!
Está certo, vamos ver uma coisa: a sua preocupação hoje é com a saúde, perder peso e melhorar a estética, mas isso não está acontecendo… O tempo que você usa na academia serve para tirar selfies, bate-papo e desfile de roupas? Com certeza o resultado está longe de acontecer. A parte social não deve ser colocada de lado, mas é muito importante entender o que é treinar e o que é enrolar. Fazer um treino curto e intenso dentro do tempo que se gasta na academia lhe proporcionará a possibilidade de cumprir os “afazeres” sociais a que tem direito, ok?
Se você, como muitas pessoas, ainda infelizmente acredita que exercício aeróbio de longa duração é o melhor caminho para o emagrecimento, me desculpe por acordá-lo do “sonho lindo”, mas não é! Muito utilizado ultimamente, o HIIT, protocolo de treino intervalado de alta intensidade, tornou-se febre como estratégia entre as pessoas que buscam emagrecimento, o que até é verdade, comprovada em diversos estudos que atestam sua eficiência. Agora, me diga uma coisa: como ficam as pessoas que não gostam de dar sprints na rua, na bike ou até mesmo outras variações? A pergunta que não quer calar é: como executar um exercício que seja eficiente para auxiliar na perda de gordura?
Musculação é a resposta!!! Porém, não da forma como temos visto muitas pessoas fazendo por aí! Para alcançar o efeito desejado e necessário em emagrecimento, é fundamental ter alta intensidade, e isso normalmente só acontece com baixo volume (isto é, poucos exercícios). A escolha da rotina adequada é o segredo do sucesso da musculação voltada para o emagrecimento, que geralmente é multiarticular, ou seja, ativa muitos músculos ao mesmo tempo. Gostaria de citar outro estudo, conduzido por Paoli e colaboradores, em 2012, que demonstrou um protocolo de treino com volume baixo (poucos exercícios) e intensidade alta e que aumentou em 23% a energia gasta em repouso, ficando, dessa forma, elevada por 22 horas após a sessão de treino. Além disso, houve um gasto de GORDURA muito maior durante esse período! Agora pasmem… esse treino aumentou o gasto energético diário de repouso (é energia despendida nas atividades necessárias para manter as funções corporais normais e homeostase, ou seja, é você gastar energia supostamente sem fazer nada!) em aproximadamente 450 calorias. Altas intensidades de treinamento provocam alta demanda energética para recuperação, o que significa que reconstruir músculos gasta muita energia.
Não podemos esquecer que, para promover emagrecimento, um planejamento alimentar bem feito e bem estruturado é essencial, porém, definir o protocolo correto de treino é o segredo do sucesso. Há muito tempo já se sabe que a musculação é excelente para melhorar a funcionalidade, a força, e aumentar a massa muscular… agora gostaria de registrar uma prova de que é um excelente método na perda de gordura!