Depois de massacres nos EUA, Trump condena racismo e supremacia branca

0
49

O presidente Donald Trump condenou nesta segunda-feira (05) o racismo e a supremacia branca e descreveu os tiroteios em massa no Texas e em Ohio como um “crime contra toda humanidade”. Ele fez um discurso à Nação após a morte de 30 pessoas nos ataques no fim de semana.

“Nossa nação deve condenar o racismo, o fanatismo e a supremacia branca”, enfatizou Trump em seu discurso.

No entanto, as palavras de Trump ofereceram poucas ideias novas para um país repleto de armas e dolorosamente acostumado a tiroteios em massa como os que deixaram 22 mortos em uma loja Walmart em El Paso, Texas, e outros nove em frente a um bar em Dayton, Ohio.

Ele atribuiu os tiroteios em massa no país a portadores de distúrbios mentais, sem mencionar o acesso fácil a armas de fogo ou ao pensamento extremista, como argumentam os defensores do controle de armas.

“Hoje é muito fácil para jovens problemáticos se cercarem de uma cultura que celebra a violência”, afirmou, acusando ainda a internet de favorecer essa cultura.

Memoriais com velas, flores, balões em forma de coração e cartazes com mensagens de condolências foram improvisados do lado de fora do supermercado Walmart, no Texas, e do bar de Dayton. (Reprodução AFP)