Café: forte ou fraco?

0
282

Todo mundo que toma café tem uma predileção: forte ou fraco. Às vezes depende do momento do dia, mas essa é uma pergunta que sempre acompanha os apreciadores da bebida mais querida do mundo. No Brasil, normalmente, o café é forte. Nos Estados Unidos, por sua vez, o normal é ser fraco. Mas não há certo e errado e, sim, o hábito cultural.

A resposta técnica para isso é muito simples. Um café fraco tem a proporção entre água e café mais diluída do que um café forte. Pode parecer “chafé” ou tinta preta, como dizemos. Curiosamente, no Brasil e nos Estados Unidos, apesar dessa diferença de diluição, o consumo por ano é bem similar, em torno de quatro quilos de café por habitante. Outro ponto em comum é que o hábito de tomar café coado está presente nos dois países.

O coado ou filtrado é muito prático de preparar. Por isso, combina com a correria do dia a dia. Sendo ele forte ou fraco, a maioria das pessoas o armazena em garrafas térmicas e vai tomando ao longo do dia. Porém, desde que o café começou a ser estudado com mais afinco, percebeu-se que ficar horas na garrafa confere a ele sabor desagradável e perda de qualidade. Isso porque, a partir de 15 minutos após o preparo, o café começa a mudar o aroma e o sabor. Depois de três horas, ele precisa ser descartado. Caso contrário, o apreciador tomará uma bebida muito ruim.

O preparo também influencia muito. Se a água entra em contato com o pó de café com temperatura acima de 100Cº, pode queimar o café, e a bebida final ficará com sabor bem amargo. Por sua vez, se o café já está previamente moído faz muitos dias, ele também já começou a perder qualidade ali dentro do pacote. O ideal é ter um moinho portátil e moer na hora do preparo. Essa dica muda o sabor do café, além de trazer um delicioso aroma para a casa. A moagem ideal para o café coado é tipo fina. O ideal é que ela não fique extremamente fina, pois a água pode encontrar muita dificuldade para passar pelo café, e a bebida ficará, novamente, muito amarga.

Quanto mais contato com a água, mais cafeína se extrai. Por isso, o café coado é tão querido dos apreciadores. Ele realmente traz a sensação de que o dia começou. A energia que tanto precisamos para dar um passo à frente e fazer todas as tarefas. Portanto, o forte ou o fraco é bem relativo. Ele está no sabor, mas o efeito, muitas vezes, é bem semelhante. Seguindo as regras do bom preparo, caso você queira um café fraco, faça uma conta rápida: 1 litro de água para 60 gramas de café. Se você quiser ao estilo brasileiro, forte, faça 1 litro de água para 100 gramas de café. Pronto, receitas bem práticas, que agradam ao paladar de todos. Faça o teste e depois nos conte. Bons cafés!

Mariana Proença é jornalista e desde 2006 mergulha nas xícaras de café pelo mundo como diretora de redação da Revista Espresso, eleita a melhor revista do setor no Brasil.

Revista Facebrasil – Edição 45 – 2014