Brasileiro lança nos Estados Unidos livro sobre o cibercrime

0
126

Livro analisa em detalhes “100 fatos marcantes sobre o cibercrime no mundo”

O especialista em crimes virtuais Wanderson Castilho mostra como agem os criminosos

que invadem a vida de pessoas e empresas mundo afora

O investigador Wanderson Castilho, especialista em crimes virtuais, lançará no dia 07 de março em Parkland, o livro “100 Fatos marcantes sobre o cibercrime no mundo”, publicado pela Editora Esplendor. A obra faz um balanço dos principais crimes cometidos pela internet entre 1989 e 2017, mostrando técnicas e mecanismos utilizados pelos criminosos virtuais. Entre alguns dos crimes descritos estão ataques de hackers, divulgação de fake news, roubo de dados e informações sigilosas, estelionato e sabotagem de serviços. No evento de lançamento, o autor promoverá um bate-papo com a plateia e fará uma apresentação sobre os dez dos casos mais notórios de crimes virtuais em todo o mundo. Também haverá sessão de autógrafos e um coquetel para os convidados. O livro pode ser encontrado na Amazon pelo preço de $ 16. A obra será em inglês e em português.

O livro

Além de abordar o papel da segurança online no mundo e sua importância para o desenvolvimento das novas tecnologias, o autor Wanderson Castilho relata que, mesmo com o avanço das possibilidades tecnológicas, o público ainda está muito vulnerável aos cibercrimes. “Os criminosos ameaçam crianças, mulheres, instituições financeiras, empresas e agentes públicos. A rigor, todos os usuários da internet estão sujeitos a estas práticas”, explica. Uma pesquisa da empresa CyberSecurity Ventures, de 2017, revela o tamanho desse mercado ao prever que o cibercrime deve trazer prejuízos ao mundo na ordem de US$ 6 trilhões em 2021. Entre alguns dos principais casos de violação de segurança citados no livro está o da jornalista brasileira Rose Leonel, que foi difamada e teve fotos íntimas e contatos pessoais vazados pelo ex-namorado em 2006. O agressor foi condenado nas esferas cível e criminal, mas com penas baixas. Rose se tornou líder da luta contra a vingança pornográfica, criou a ONG Marias da Internet e atuou para levar o tema ao Congresso Nacional. A punição a crimes de violação da intimidade acabou sendo incorporada à Lei Maria da Penha e ao Marco Civil da Internet. Castilho vai além e explica que dispositivos como tablets e smartphones, além de tecnologias que já começam a modificar a vida em sociedade como as criptomoedas e a internet das coisas, dependem da segurança, da proteção de dados e da privacidade para se expandirem e trazerem benefícios às pessoas. O autor ressalta que essa também é uma preocupação do meio empresarial.  Ciberataques causam grande impacto nos negócios dos mais diversos setores, e no meio político, cujas fraudes podem provocar o vazamento de informações estratégicas e até mesmo manipulações em resultados eleitorais.

Apresentações

O livro já recebeu elogios por parte de alguns dos mais importantes especialistas do mercado americano de segurança cibernética. Esse é o caso de James Lewis, que possui mais de quatro décadas trabalhando com pesquisa, treinamento e desenvolvimento em defesa cibernética, é fundador do Michigan Collegiate Cyber Defense Network e já ocupou cargos como engenheiro internacional de aplicativos e integração e gerentes de contas técnicas internacionais para fabricantes de sistemas.“Finalmente um livro reúne os mais impactantes crimes cibernéticos dos últimos vinte anos! Essa obra revela fatos que sacudiram a internet, desmontando a falsa sensação de segurança na qual muitas pessoas acreditam. Leia esse livro antes de voltar ao mundo online!”, afirma. Já Sakhrat Khizroev, professor titular do Departamento de Engenharia Elétrica e Computacional da Universidade Internacional da Flórida e membro da Academia Nacional de Inventores dos Estados Unidos, ressaltou a importância prática que o livro pode ter na vida dos cidadãos comuns. “Este livro foi escrito por um verdadeiro especialista. O autor fez um ótimo trabalho explicando ao leitor o papel que a segurança online está desempenhando em nossas vidas. Já é hora de nos darmos conta da importância desta área em nosso cotidiano”, ressalta.

Sobre o autor

Wanderson Castilho é bacharel em física pela Universidade Federal do Paraná, especialista em crimes digitais, autor de livros sobre o tema e é presidente da eNetsec, empresa de segurança e perícia digital com sedes em Curitiba (PR) e Parkland, nos Estados Unidos. Além disso possui diversas certificações internacionais e ministra cursos sobre cibercrimes para diversas instituições. Membro representante da América do Sul e América Central do Michigan Collegiate Cyber Defense Network, Industry and Academic Advisory Board, da Universidade de Michigan – EUA. Também é Membro da Association of Certified Fraud Examiners, que certifica exame de fraudes nos EUA e outros países. É Autor dos livros “Manual do Detetive Virtual” (2009), “Mentira: um rosto de muitas faces” (2011) – versão em inglês, “Você sabe o que seu filho está fazendo na internet?” (2014), “Cem fatos marcantes sobre o cibercrime no mundo” (2018) – versão em inglês.

Serviço

Dia 07 de Março – quinta-feira

das 6:00pm às 8:00pm

7625 North State Road 7 – Parkland, FL, 33073

Texto e fotos: Divulgação/autor