Beleza: Especialista dá dicas para conseguir um corpo definido

0
262

Homens e mulheres estão sempre buscando aquela “fórmula mágica” para manter-se em forma. Como essa fórmula ainda não foi descoberta, o ideal para a boa forma é a prática de exercícios físicos de forma regular, de preferência ao longo do ano, para evitar treinos exagerados que possam colocar a saúde em risco. Afinal, quem não está preparado e se exercita em excesso em busca de resultados rápidos acaba correndo o risco de se lesionar, em vez de obter um corpo definido.

Mudanças no corpo não ocorrem da noite para o dia, principalmente para quem quer reduzir medidas de maneira efetiva. O processo de modificação corporal é gradativo. Aos poucos, melhoramos condicionamento físico, eliminamos gordura e ganhamos massa magra.

A escolha do exercício ideal deve levar em conta gostos, personalidade e rotina da pessoa. Assim os treinos serão prazerosos, e não martírio. Antes de mais nada, é importante saber a quantidade de gordura corporal e de massa magra para definir os objetivos do treino, tipos de exercícios (aeróbicos ou anaeróbicos), cargas e repetições (no caso da musculação) e frequência mínima para que os objetivos sejam atingidos. Por isso tudo, antes de iniciar qualquer rotina de treinos físicos, o aluno deve passar por avaliação médica, cardiológica e física (esta última na própria academia). Após essa avaliação, é definida a estratégia de treinamento, visando em primeiro lugar a saúde.

Em alguns casos, o mais indicado é combinar um mix de exercícios aeróbicos, tais como caminhada, corrida e spinning, e anaeróbicos, como musculação, pilates ou ginástica localizada. Então, para aqueles que ainda não estão habituados aos exercícios, é recomendado seguir uma frequência inicial mínima de duas a três vezes na semana.

Vale a pena lembrar que é importante evitar atitudes extremas, como já começar com uma carga exagerada de exercícios. Essa afobação pode comprometer as articulações e baixar o sistema imunológico já no início. Outro ponto importante: é preciso melhorar a alimentação do ponto de vista nutricional e dar o devido tempo de repouso entre os treinos. Dessa forma, é maior a chance de perseverar no treinamento, ultrapassando as dificuldades iniciais. Nas primeiras semanas de exercícios, após um longo período de sedentarismo, é comum sentir sono, cansaço e dores musculares mais acentuadas. Por esse motivo, persistência e disciplina são as chaves para conseguir o corpo que você sempre sonhou.

Revista Facebrasil – Edição 45 – 2014