Atirador da sinagoga de Pittsburgh é apresentado em tribunal

0
113

O homem acusado do ataque a uma sinagoga em Pittsburgh, na Pensilvânia, foi apresentado nesta segunda-feira (29) no tribunal para ouvir oficialmente as acusações federais contra ele.

Robert Bowers vai ficar preso sem fiança, disse em comunicado o procurador Scott Brady.

O atirador foi acusado de 29 crimes, incluindo 11 acusações por uso de arma de fogo para cometer homicídio e 11 acusações de obstrução do exercício de crenças religiosas que resultaram em morte. Ele também enfrenta 11 acusações estaduais, incluindo tentativa de homicídio e agressão agravada.

Na quinta-feira (01) vai acontecer outra audiência onde serão apresentadas evidências de que Robert Bowers assassinou 11 pessoas, atirou e feriu outras seis.

O caso está sendo investigado como crime de ódio.