Aposentadoria: Brasil e Estados Unidos fecham acordo

0
154

Os brasileiros que moram nos Estados Unidos e americanos que residem no Brasil vão poder, à partir do dia 1º de outubro, somar os períodos de contribuição à Previdência nos dois países para atingir o tempo mínimo necessário para a obtenção de aposentadorias por idade, invalidez e pensão por morte.

De acordo com o INSS, aproximadamente 1,3 milhão de trabalhadores brasileiros e mais de 35 mil norte-americanos vão ser beneficiados com essa parceria. Segundo o governo, o acordo com os Estados Unidos representa 45% do total de 88,52% de cobertura previdenciária no exterior.

O Brasil já tem os seguintes acordos bilaterais em vigência: Alemanha, Bélgica, Cabo Verde, Canadá, Chile, Coreia do Sul, Espanha, França, Grécia, Itália, Japão, Luxemburgo, Portugal e Quebec. Já os multilaterais são estabelecidos com países do Mercosul – Argentina,  Paraguai e Uruguai ; e países da península ibero-americana – Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, El Salvador, Equador, Espanha, Paraguai, Peru, Portugal e Uruguai.