0
175

Clichês no cinema!

Nos filmes de terror – Um recurso utilizado há décadas deixa claro o que vai acontecer antes da cena. Trata-se daquela situação em que o personagem leva um tremendo susto (e o público também) – tipo um gato que aparece do nada ou uma porta que bate –, respira aliviado, mas, poucos segundos depois, é morto ou atacado de verdade. Outra cena que, de tão utilizada, se tornou clichê é a da fuga desesperada de alguém seguida de um tombo. Tem também a repetida cena, desde o final da década de 80 nos filmes de terror, ambientada num necrotério, em que um dos legistas come um lanche tranquilamente ao lado de um cadáver.

Cenas de casamento – Um casal prestes a oficializar a união, e, na hora do sim, aparece alguém que interrompe a cerimônia e faz um discurso ou revelação. Até mesmo em comédias românticas esse tipo de clichê ficou cansativo.

Em filmes de ação – Uma cena muito repetida é a da bomba desarmada no último segundo. Outro clichê nos filmes de ação e de aventura é quando o mocinho ou herói é convidado a participar de uma missão para salvar alguém ou lutar contra seja lá o quê, diz que não vai, mas algo o faz mudar de ideia e ele acaba indo.

Patinho feio que vira cisne – A escola tem aquela menina feia, nerd e que não chama a atenção de ninguém, até que um dia, por algum motivo, ela muda completamente de visual, se vinga das que a desprezavam e ainda fica com o garoto mais legal.

Briga generalizada em bar – 21Esse clichê já tem mais de 40 anos: é quando, após uma rápida discussão, começa uma briga e logo todo mundo dentro de um bar está trocando socos.