0
104

por Marco Alevato

Facebrasil Ano 9 – uma nova era!

Iniciamos uma nova era na Facebrasil, com a renovação da nossa linguagem gráfica e apresentação. A diversidade de mídias disponíveis nos obriga a dar mais velocidade nas publicações. Entramos com os dois pés no futuro, e a nossa presença digital já é uma das maiores na comunidade. O time da Facebrasil cresce a cada dia. Renovar continua sendo uma de nossas marcas. Com o passar dos meses, vocês entenderão essa mudança de uma forma mais clara.

A edição 87 aborda assuntos atuais numa apresentação mais leve, para que os leitores continuem apaixonados pelo que fazemos, assim como nós. Falamos do amor e do ciúme, que, na verdade, são duas metades de um mesmo cálice. Na coluna de saúde, a Dra. Lilian Alevato comenta a onda vegana. Temos também a visita do Flamengo a Orlando e muito mais. Nossa equipe, da qual faço parte desde a primeira edição, está sempre preocupada com o melhor para nossa sociedade imigrante. Estamos no mesmo momento, e o seu sucesso é o nosso!

É impressionante como uma história pode ser contada com mais verdades ou mentiras. Não estou falando de versões de uma mesma história, mas, sim, da valorização mais verdadeira ou mentirosa de um fato. Uns dizem que fizeram sucesso em um projeto que não foi tão bem assim. Outros que acompanharam reconhecem um sucesso que nunca existiu. O problema é que essas pessoas, muitas vezes, colocam nossos recém-chegados em armadilhas terríveis, contando histórias que não têm fundamento e com vantagens inexistentes.

A verdade é que viemos viver num excelente país e precisamos entender que deixamos o país do amanhã – o nosso amado Brasil – para trás, em busca de dias melhores. As nossas histórias são vencedoras. Não tenha pressa de fazer amigos. Se alguém dedicar um dia que seja para ir com você comprar um carro ou um Rolex, por exemplo, pode ter certeza de que essa pessoa está sendo comissionada, e que certamente, por 500 dólares, poderá comprometer seu futuro e seus sonhos.

Quando você é direcionado a comprar uma casa num local distante, é porque a pessoa tem algum interesse nessa aquisição. Gente boa e ruim tem em todo lugar. Se um “amigo” oferecer um negócio atrativo, pergunte a si mesmo duas coisas: se é tão bom, por que um americano (eles têm mais dinheiro e conhecimento que a gente) não realizou primeiro? Se é um ótimo negócio, por que está no mercado há tanto tempo. Aqui é a terra da fantasia, mas ilusão é ilusão. Daí para a frente, é com vocês, e boa sorte.