0
157

Praticidade – essa é a palavra-chave, não só na hora de montar como também para a criança consumir na escola. As frutas, por exemplo, podem ser enviadas sem casca e cortadas. Lembre apenas que, no caso da pera, maçã e banana, não é indicado retirar a casca, para que as frutas não escureçam. Também é possível fazer uma salada ou espetinhos de frutas.

Outra ótima opção é o sanduíche com pãozinho de cenoura ou mandioca recheado com patê de queijo ricota ou cottage, com cream cheese, pois, além de prático, é saboroso.

Cookies integrais, bisnaguinhas e torradas integrais com geleia; barra de cereais; bolos caseiros de cenoura, limão, coco, laranja e até o de chocolate (feito com cacau em pó); biscoitos de aveia e mel; espetinho de queijo com tomate-cereja; cenoura “baby”; mix de castanhas; milho cozido e ovos de codorna são outras alternativas.

O iogurte é uma excelente fonte de proteína, mas estraga com facilidade. Porém, há uma solução: deixe-o no freezer até bem perto do horário de a criança ir para a escola. Quando chegar a hora do recreio, já estará descongelado e pronto para ser consumido.

Faça um suco natural com frutas que têm menor oxidação, como abacaxi, goiaba, maracujá e acerola, para não perder o sabor e os nutrientes. Não se esqueça de colocar em garrafa térmica. Outra solução interessante é comprar a polpa de suco, como de uva integral, e água de coco pasteurizada.

O que não deve ter na lancheira

  • Alimentos e bebidas industrializados (ex., salgadinhos, refrigerantes e sucos de caixinha)
  • Embutidos
  • Doces com excesso de corantes e aditivos químicos (ex., pirulitos e balas)
  • Bolinhos doces com recheios artificiais
  • Fast-food

Criatividade

Deixe a refeição com um visual atraente. A dica é cortar as frutas em formatos divertidos, fazer um sanduíche temático, usar minicenouras… criar!

Vale buscar a inspiração nas redes sociais, uma vez que muitos pais e nutricionistas compartilham as fotos de pratos saborosos e atrativos visualmente. E nós também separamos algumas sugestões.

Envolver o filho em todo o processo

Levar a criança ao supermercado para fazer as compras, chamá-la para montar os lanches e explicar os benefícios de cada alimento são atitudes muito importantes, porque, além de aprender a ter autonomia, a criança vai, com certeza, escolher os melhores alimentos com o passar dos anos.