0
371

O problema de cães e gatos abandonados pelas ruas ou à espera de adoção ainda é uma triste realidade em vários países. Uma das atitudes que contribuem para aumentar o número de animais abandonados é a posse irresponsável. Muitas pessoas se deixam levar pela empolgação do momento e compram ou adotam um filhote sem pensar nas obrigações e nos cuidados que deverão ter. O resultado dessa precipitação é que muitos acabam “soltando” o animal literalmente na rua, achando que alguém irá pegá-lo. Para evitar essa situação, é preciso, por exemplo, refletir sobre qual o tipo de animal e raça são indicados para o local em que reside, para a família e a rotina de vida. Outro erro é não fazer a castração do pet. Mas, se decidir pela reprodução, é muito importante que tenha o destino certo para os filhotes.

Estima-se que existam aproximadamente 600 milhões de cachorros vivendo nas ruas em todo o mundo

Como agir ao encontrar um animal abandonado

Muitas vezes nos deparamos com cães ou gatos perdidos na rua. Geralmente eles estão assustados, com fome e sede. Tente não ignorar o problema, e, se o animal for dócil, verifique se ele tem coleira de identificação. Se não for possível encontrar o dono e se o animal estiver ferido ou for agressivo, entre em contato com uma sociedade protetora dos animais e informe o local onde ele se encontra. Caso o animal não tenha dono e você sentiu uma empatia muito grande por ele, reflita se quer adotá-lo. Se a resposta for sim, a primeira atitude é levá-lo até uma clínica veterinária para checar a saúde do pet e, a partir daí, começar uma relação de amor e responsabilidade com seu novo bichinho.

Sem animais nas ruas

A Holanda é o primeiro país do mundo sem animais abandonados – e sem nenhum tipo de sacrifício ou apreensão em canis. Isso foi possível graças à política linha-dura adotada pelo país. O plano do governo baseou-se em quatro pilares: multas altíssimas para as pessoas que abandonam os animais nas ruas, campanhas de castração e de conscientização, além de altas taxas de impostos para quem comprar cachorros de raça. Ainda que dura, a atitude empregada fez a população entender a importância da posse responsável.