0
80

Viajar com animais…

O animal de estimação é considerado, por muita gente, como membro da família. Motivo que faz com que muitas pessoas deixem de planejar viagens, por não terem com quem deixar os bichinhos. É possível, sim, fazer uma viagem sem deixar para trás o animal.

  • Cada empresa aérea tem suas próprias regras de transporte de animais, e variam para cada país de destino;
  • Dica: consultar regulamento da companhia aérea antes de comprar as passagens;
  • Os valores pelo transporte do animal não são tabelados e variam de acordo com a companhia de aviação.

Antes da viagem

É preciso estar com a documentação sobre o histórico de saúde e a vacinação em dia do animal. Por isso, é imprescindível levá-lo a um veterinário que emita um atestado certificando que ele está apto para viajar e não tem doenças. Com a carteirinha de vacinação e o atestado emitido pelo veterinário prontos, precisam ser atendidas as exigências sanitárias junto ao Ministério da Agricultura. Os documentos utilizados são o Certificado Veterinário Internacional (CVI) e o Passaporte para Trânsito de Cães e Gatos, que são expedidos por auditores fiscais federais agropecuários da Vigilância Agropecuária Internacional (VIGIAGRO).

O endereço eletrônico para acessar a página do Ministério da Agricultura é o: http://www.agricultura.gov.br/assuntos/vigilancia-agropecuaria/animais-estimacao

Países que aceitam passaporte para trânsito de cães e gatos do Brasil

Países membros do Mercosul: Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela.Também Brunei, Colômbia, Gâmbia e Taiwan. Vale ressaltar que esta lista pode mudar, portanto, é sempre bom consultar antes da viagem.